Em reunião extraordinária realizada neste domingo (17/01), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária optou por aprovar o uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford. Os dois imunizantes estão na programação do Ministério da Saúde para ser aplicados na população, possivelmente, no próximo dia 20 de janeiro.

Os pedidos analisados foram enviados, respectivamente, pelo Instituto Butantan, para a aplicação da CoronaVac, vacina desenvolvida em parceria com o laboratório Sinovac, e pela Fundação Oswaldo Cruz, que solicitou o uso do imunizante desenvolvido em parceria com a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca.

De acordo com a Anvisa, após o parecer, a decisão passa a valer com a publicação do resultado e a notificação do Butantan e da Fiocruz.

Atenção: A vacina com uso emergencial não pode ser comercializada, apenas distribuída no sistema público de saúde.

FOTO REPRODUÇÃO TV BRASIL