A cabo Annie Caroline Praça Arcanjo foi promovida a 3º sargento em razão de um salvamento realizado no início do ano, durante as intensas chuvas na cidade de Raposos, em Minas Gerais. Mesmo de folga, a militar saiu do conforto do seu lar para salvar seis pessoas que ficaram ilhadas no terraço de uma casa. Sem o equipamento necessário, Annie improvisou e utilizou um colchão inflável para resgatar todos. Por essa bravura, ela se tornou a primeira mulher, em 109 anos da história do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), a ser promovida por ato de bravura.

Esse tipo de promoção é o maior reconhecimento que um militar pode receber. É a forma suprema de parabenizar aquele que, mesmo diante do risco eminente, pratica uma ação que transcende a coragem.

“Me sinto honrada, feliz e bem em saber que fui valorizada por isso. Não só pelo ato que já é bonito, mas por salvar pessoas. Espero que futuramente toda essa ação e comoção por ser a primeira mulher não exista. Que isso não seja um fator a ser comemorado. Toda e qualquer mulher é capaz de qualquer coisa. É só querer. O juramento do bombeiro é ‘vida e bens a salvar, mesmo com o sacrifício da própria vida”, disse a militar.

Annie é a prova do verdadeiro empoderamento feminino.

FOTO REPRODUÇÃO SITE CORPO DOS BOMBEIROS